Nossa Missão

"Promover desenvolvimento social, em parceria com o poder público e privado, de forma cooperativa e solidária, tendo como eixos: Educação, Cultura, Ecologia e Cidadania."

Ponto de Cultura Negro Uai III

Desde o ano de 2005 a Fundação Conscienciarte desenvolve o Projeto Negro Uai, que tem como proposta valorização e preservação da cultura afro-brasileira, proporcionando através de suas atividades o fortalecimento da identidade cultural do povo afro. O trabalho é desenvolvido em Paracatu e Vazante e durante todos esses anos várias iniciativas nascidas no projeto se fortaleceram e continuam gerando oportunidade e renda para as comunidades onde o projeto foi desenvolvido, além é claro do resgate e fortalecimento das manifestações culturais que cada localidade possui.


O projeto Negro Uaí III – 2013 tem como mecanismo de trabalho, atividades importantes de capacitação em cooperativismo e Empreendedorismo que entre outras metas visa incentivar o protagonismo, tendo para isso, o foco voltado para a história dos grandes lideres negros e a participação do negro na formação da sociedade brasileira.
Também estão sendo desenvolvidas diversas oficinas e cursos, como:

  • Oficina de penteados e amarrações afros - Visando resgatar a cultura dos penteados e amarrações afros proporcionando oportunidades de geração de emprego e renda;

  • Oficina de culinária afro – Objetivando promover e preservar a culinária afro-brasileira como patrimônio cultural, contribuindo como fonte de geração de renda para as comunidades;

  • Bordado rústico artesanal – Tendo como proposta preservar e valorizar o bordado artesanal proveniente da cultura negra, contribuindo para a geração de trabalho e renda para os participantes;

  • Oficina de danças das manifestações da cultura negra – Visando enriquecer o quadro cultural das comunidades e dos municípios, através do resgate das danças populares, e através da ampliação das atividades do grupo de maracatu, que há três anos dissemina a riqueza cultural da áfrica e de seus descendentes através da dança;

Outra proposta ousada e bastante importante que será abordada pelo projeto, é a implantação da Biblioteca Afro que vem quebrar um pouco da visão já enraizada na nossa sociedade onde os negros são vistos de maneira estereotipada, o que acabam por interferir na construção da auto-imagem de crianças e adolescentes negros. Além disso, os processos educativos e culturais brasileiros produzem uma ausência de caminho para a formação da identidade negra positiva, pois a divulgação da cultura negra é exígua resumindo-se apenas a escravidão. Nasce então a necessidade de se estruturar uma Biblioteca Afro, espaço reservado para pesquisa a um arsenal de livros sobre a temática, e visitações a exposições de objetos como pinturas, esculturas, tecidos, fotos, entre outros que retratem a cultura.


O Ponto de Cultura Negro Uai, é desenvolvido pela Fundação Conscienciarte em parceria com o Governo do Estado de Minas Gerais, Programa Mais Cultura, programa Cultura Viva e Governo Federal.

 

 

Visite também a Página do Projeto: www.negrouai.wix.com/projeto